10 habilidades tecnológicas mais populares em 2018

10 habilidades tecnológicas mais populares em 2018

Estamos prestes a vivenciar a maior transformação no mercado de trabalho desde que teve início a Revolução Industrial. Embora essa primeira transição tenha durado mais de um século, a atual mudança para um sistema mais automatizado e digitalizado no local de trabalho está ocorrendo em ritmo muito mais acelerado do que aquele previsto inicialmente.

Nove em cada dez empresas sabem que a ruptura digital está próxima, de acordo com o relatório do McKinsey Global Institute intitulado “Jobs Lost, Jobs Gained: Transições da Força de Trabalho em um Momento de Automação”, mas apenas 44% delas estão se preparando adequadamente para isso.

Conseguir antecipar quais serão as habilidades cruciais para este novo momento é fundamental para obter certa vantagem neste cenário, e é por isso que a Udemy, a maior plataforma global de cursos on-line, revela as habilidades tecnológicas que são tendências este ano, com base na procura que tiveram na plataforma, e que prometem continuar na crista da onda – pelo menos num futuro próximo.

Habilidades tecnológicas em alta
Analisando as capacidades adquiridas por mais de 24 milhões de pessoas através da plataforma da Udemy, estas são as 10 habilidades tecnológicas que apresentaram um crescimento considerável em 2018 e que não devemos perder de vista tão cedo:

1. Kotlin: A linguagem de programação Kotlin v1.0 foi lançada em 2016 como uma alternativa ao Java para o desenvolvimento de aplicativos Android. O consumo de cursos sobre Kotlin aumentou 95% no ano passado, tornando-se a habilidade tecnológica número 1 em 2018.

2. Redes neurais ou ‘Deep Learning’: Redes neurais artificiais imitam como o cérebro humano processa, armazena e reage com a informação e podem ser usadas em quase todas as indústrias: comércio on-line (análise de carrinho de compras), finanças (prevenção de fraude com cartão de crédito), saúde (prevenção de doenças) ou agricultura (gestão de cultivos), por exemplo.

3. Gestão de Projetos: Esta é uma das profissões em mais rápido crescimento: 87,7 milhões de gerentes de projetos serão necessários em 2027, de acordo com o Project Management Institute.

4. Apache Kafka: O Apache é um diferencial para empresas que buscam se manter um passo à frente. Sua capacidade de fornecer dados em tempo real e aplicar análise preditiva permite estudar o comportamento do cliente.

5. GraphQL: À medida em que os aplicativos para smartphones se tornam mais complexos e ricos em dados, o GraphQL (desenvolvido pelo Facebook) otimiza o desempenho móvel ao redesenhar a aquisição de dados

6. Chef: Muitas empresas usam o software Chef para controlar e gerenciar sua infraestrutura de TI, por isso não é surpreendente que o Chef seja a sexta habilidade mais popular do ano.

7. Certificações da Microsoft: O Azure, o SQL Server, o Windows Server e o Microsoft Office (Excel, Word, Outlook e Powerpoint) ainda têm seu lugar no pódio entre as habilidades mais ensinadas neste ano.

8. Inteligência Artificial: A Inteligência Artificial (I.A.) é a tecnologia mais inovadora da nossa era e, por enquanto, estamos apenas arranhando a superfície. A velocidade com a qual a I.A. melhorou em pouco tempo possibilita seu uso em muitas indústrias – desde ajudar a detectar câncer até analisar padrões para capturar esquemas de lavagem de dinheiro.

9. Ethereum e Blockchain: Semelhante ao blockchain do Bitcoin, o Ethereum permite que você execute código em qualquer aplicativo descentralizado para gerenciar registros ou transações. A revolução ligada ao blockchain continua em expansão.

10. RPA (Robotic Process Automation): Assim como os robôs físicos revolucionaram a indústria de manufatura, os robôs de software agora afetam diretamente o mundo dos negócios, libertando os trabalhadores de tarefas mecânicas.

Fonte: cio.com.br

 

 

Conheça as 4 certificações de TI mais valorizadas pelo mercado

Conheça as 4 certificações de TI mais valorizadas pelo mercado

As carreiras na área de TI são bastante diversificadas, e a demanda de empregos é muito grande, porém a concorrência pode ser apertada. O que destacará um profissional do outro são, além da experiência, as certificações de TI obtidas, pois são muito valorizadas no mercado de trabalho.

Neste post, listamos 4 certificações de TI e os conhecimentos adquiridos em cada uma para que você possa escolher a que melhor se enquadra na sua carreira. Boa leitura!

1. ITIL

Essa é uma certificação muito visada no meio de TI. ITIL (Information Technology Infrastructure Library) é um conjunto de melhores práticas nos processos de gerenciamento de TI. A certificação é composta por 3 níveis: ITIL Foundation, ITIL Practitioner e ITIL Master.

ITIL Foundation

Esse nível tem o objetivo de mostrar que o candidato aprovado tem conhecimento das melhores práticas de Gerenciamento de Serviços em TI e que domina os conceitos da ITIL. Para se certificar nos demais níveis, é preciso primeiro ser aprovado no ITIL Foundation.

ITIL Practitioner

Para esse nível o candidato deverá participar de um curso nas instituições credenciadas e realizar uma prova sobre o conteúdo, além do exame de certificação. O candidato aprovado demonstrará que tem conhecimentos de Service Desk e Gerenciamento de Serviços e Incidentes.

ITIL Master

Para o ITIL Master também é necessário participar de um curso intensivo de 2 semanas nas instituições credenciadas. Nesse tempo, o candidato desenvolve suas habilidades de gerenciamento de serviços de TI, bem como os processos da área.

 

2. Oracle Certified

Para esse programa, é interessante a participação em cursos para a preparação para os exames. As certificações Oracle consistem nos níveis Oracle Certified Associate (OCA) e Oracle Certified Professional (OCP).

Oracle Certified Associate

Esse nível foi desenvolvido com o objetivo de iniciar o candidato nos conhecimentos de banco de dados. Os profissionais com pouca ou nenhuma experiência em Oracle podem obter conhecimentos e habilidades necessários para iniciar uma carreira lucrativa em banco de dados Oracle. Ao ser aprovado, o candidato demonstra que possui habilidade suficiente para participar em projetos de banco de dados atuando como DBA júnior.

Oracle Database Certified Professional

Como essa certificação foi desenvolvida pensando nos profissionais DBA sênior, é necessário algum tempo de experiência em banco de dados. Os conhecimentos adquiridos durante essa certificação preparam o profissional desde o design até tarefas de produção como configuração de rede e recuperação de dados.

 

3. Project Management Professional

A certificação PMP é uma das credenciais relacionadas a gerenciamento de projetos mais reconhecidas mundialmente.

Para obter essa certificação, o candidato precisa ter conhecimentos de gerência de projetos. Além disso, ele precisa ter quatro anos de ensino superior, três anos de experiência em gerenciamento de projetos e pelo menos 4.500 horas de liderança.

Porém, caso o profissional não tenha ensino superior, ele precisa do diploma de ensino médio, cinco anos de experiência em gerenciamento de projetos e 7.500 horas de liderança em projetos.

 

4. MCSE

A Microsoft Certified Solutions Expert é composta de diversas outras certificações, como:

  • MCSE: Aplicativos de Negócio;
  • MCSE: Cloud Platform and Infrastructure;
  • MCSE: Data Management and Analytics;
  • MCSE: Mobility;
  • MCSE: Productivity.

Cada uma dessas certificações possui pré-requisitos de outras certificações MCSA. Dessa forma, o profissional certificado em alguma tecnologia MCSE atesta diversas outras habilidades MCSA.

Deu para notar que existem diversas possibilidades para que um profissional obtenha a certificação em alguma tecnologia. Assim, ele fica à frente no mercado de trabalho, garantindo os melhores cargos e salários.

Se você sente que é isso o que falta para alavancar sua carreira, não perca tempo e procure estabelecimentos credenciados para obter as certificações de TI.

Gostou do post? Curta nossa página do Facebook para ficar sempre atualizado com as novidades de TI!

 

 

 

Como montar uma carreira em TI promissora?

Como montar uma carreira em TI promissora?

Seja para começar uma carreira em TI ou para dar um novo rumo para sua área de atuação, é difícil existir um melhor momento do que este que vivemos. A tecnologia está se tornando o centro estratégico de qualquer negócio e um profissional focado está pronto para ter sucesso.

Está interessado em buscar novas ambições? Nós preparamos este artigo com algumas dicas para começar a montar a sua nova carreira. Acompanhe!

Defina metas para sua carreira em TI

Não existe resultado em uma carreira de TI sem que o profissional crie metas claras de onde quer chegar. A própria profissão de tecnologia da informação está mudando muito, saindo de sua tradicional ação de suporte para tomar o centro estratégico de negócios que pretendem despontar no mercado com inovação e qualidade de entrega.

Portanto, este é o momento perfeito para uma guinada na carreira. Busque áreas que são mais remuneradas hoje ou aquelas que mostram mais potencial para o futuro — machine learning, BYOD, IoT, DevOps e Cloud são as apostas mais certeiras. Apenas lembre-se de que essa área precisa também combinar com seu estilo de trabalho para que você consiga sucesso tanto financeiro quanto profissional.

Busque certificações na área

Os cursos online, webinars e workshops facilitaram muito a vida de um profissional que busca mais certificações além da graduação. A natureza inovadora da profissão de TI torna ainda mais necessária a busca constante por novos conhecimentos, técnicas e aplicação de tecnologia no mundo corporativo. A dica vale para a TI e para a vida: nunca pare de aprender!

Desenvolva soft skills e hard skills

Com a integração cada vez maior entre TI e outros departamentos, o profissional da área precisa desenvolver habilidades que geralmente não vêm de um material didático ou um curso técnico.

Além das suas hard skills, como suas graduações e especializações, para encarar esse novo mercado você vai precisar de soft skills, como boa comunicação, liderança, motivação, criatividade e capacidade de trabalhar em equipe.

A colaboração será uma das chaves para o sucesso no futuro. Nenhum diploma vai impulsionar o profissional em sua carreira de TI se ele não souber se posicionar dentro da empresa.

Considere atuar internacionalmente

O avanço da tecnologia abriu a possibilidade nos últimos anos para que profissionais de TI consigam trabalhar em outros países mesmo que remotamente — uma chance para incrementar seu currículo ou até fazer carreira em outro país.

Comece principalmente na busca por contatos na área. Participe de fóruns e grupos de discussão que envolvam pessoas do mundo inteiro e crie uma rede que possa ajudar você no futuro, quando sua carreira começar a decolar.

E é claro: saber outros idiomas é fundamental. No mínimo um conhecimento prático da língua inglesa é obrigação para quem quer ser um profissional de TI relevante, aqui no Brasil e lá fora.

Descubra seu perfil de atuação

Existem dois perfis mais comuns de carreira em TI que podem definir como você vai buscar suas certificações e sua área de atuação:

  • a carreira em Y, quando o profissional escolhe entre seguir uma função técnica ou apostar na gestão;
  • a carreira em T, quando o profissional decide seguir os dois caminhos simultaneamente.

Não há escolha certa ou errada nesse caso, apenas aquela que mais combina com o seu perfil de atuação. O importante é decidir desde o início e focar no que você precisa para atingir o objetivo traçado.

Desenvolva seu lado estratégico

Por fim, independentemente da sua especialização e do seu perfil, busque sempre desenvolver seu pensamento criativo e seu lado estratégico. Como dissemos, o setor se torna cada vez mais parte do núcleo de negócios disruptivos.

Se você pretende começar ou renovar sua carreira em TI, fazer parte da inovação e da criação de novas soluções para o público será o seu passaporte para o sucesso em muito pouco tempo.

E então, animado para começar? Outro ponto importante de uma carreira de sucesso é a busca constante por conhecimento e informação. Se você quer saber muito mais sobre sua área de atuação, venha nos seguir agora no Facebook e no LinkedIn!

 

 

Conheças as 6 melhores áreas de TI

Conheças as 6 melhores áreas de TI

Um dos segmentos que não parece sofrer com crises econômicas é o de tecnologia da informação (TI). Um estudo feito pela International Data Corporation (IDC) indica que até 2019 devem faltar 449 mil profissionais para preencher vagas na América Latina. Só no Brasil, o déficit pode atingir 161 mil.

A TI cresceu tanto que acabou sendo ramificada em diferentes setores. Com isso, o perfil do profissional está em constante mudança e sua atuação passou do suporte para a estratégia. O especialista deve, então, aliar conhecimentos técnicos com habilidades para administração de negócios.

Elaboramos uma lista com algumas das melhores áreas de TI para quem quer atuar nesse segmento. Confira quais são elas!

 

1. Computação em nuvem

O movimento das empresas em direção à nuvem tem ficado cada vez mais forte. Empresas de diferentes segmentos e portes têm buscado os benefícios oferecidos por essa tecnologia. Com isso, as oportunidades para especialistas em cloud — de programadores a profissionais de segurança da informação — devem aumentar.

Em geral, os profissionais têm formação em Estatística, Computação e Matemática. A formação desse profissional, porém, é contínua e inclui participação em cursos de certificação, eventos e workshops específicos para o segmento.

 

2. Big data

Com a expansão do big data, o cientista de dados é cada vez mais necessário para as empresas. Ele é o responsável por filtrar, analisar e transformar os dados coletados em informações relevantes para a organização. Em geral, tem formação em Ciência da Computação, Estatística ou Matemática e forte visão de negócios.

 

3. Mobilidade

A mobilidade corporativa tem se tornado importante na operação de muitas empresas. Muitos equipamentos e muitas aplicações já permitem que as organizações liberem suas equipes do trabalho fixo no escritório. Com isso, os profissionais de mobilidade, de desenvolvedores a gestores de projetos, são cada vez mais necessários.

 

4. Internet das coisas (Internet of Things)

Especialistas em informação e análise estimam que, até 2020, devem haver 30,7 bilhões de dispositivos habilitados para a IoT. E em 2025 eles devem chegar a 75,4 bilhões. Isso quer dizer que as oportunidades para especialistas em conectividade e em segurança da informação terão um crescimento exponencial.

 

5. Desenvolvedores especializados em DevOps

As metodologias ágeis estão ganhando importância e o DevOps é essencial nesse contexto. Assim, profissionais experientes nessa prática (ou seja, que trabalham com eficiência e rapidez unindo as áreas de desenvolvimento e operações) ganham destaque. Em termos de linguagens, é importante conhecer Perl, Ruby, Ruby on Rails, Python, Java e JavaScript.

 

6. Segurança da informação

Com a expansão do uso da tecnologia, as ameaças à segurança da informação têm crescido proporcionalmente. Um estudo da Grant Thornton mostra que, no fim de 2015, os ataques virtuais atingiam uma em cada seis empresas globais.

O especialista em segurança da informação deve se manter atualizado para detectar vulnerabilidades e propor soluções que mantenham a organização à frente dos invasores. É essencial, portanto, que se especialize em monitoramento de servidores e tráfego de dados, bem como acompanhe novidades da área.

A formação dos profissionais que vão atuar nessas áreas normalmente começa em carreiras relacionadas a TI, como Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e afins. Além disso, é essencial que conheçam o idioma inglês e tenham visão de negócio.

Pensando em ingressar numa das melhores áreas de TI? Então, comece agora a se capacitar: conheça os principais indicadores da área e aprenda a medi-los!